1.    Introdução

Araguaia C&VB tem por objetivo básico e permanente estimular e incrementar o fluxo turístico de qualquer natureza, bem como atrair a realização de congressos e eventos, nacionais e internacionais, para a região onde atua. Sendo assim, serve como órgão de apoio e dinamização junto aos promotores de eventos, associações, entidades, empresas e corporações interessadas em promover seus eventos na região.

Para aumentar o fluxo de pessoas em nossa região, com o objetivo turístico, é necessário trabalhar ,em paralelo, a sensibilização da comunidade, pois ao receber visitantes e turistas, a população precisa estar preparada para prestar um atendimento de alta qualidade, assim como a cidade necessita oferecer infraestrutura básica necessária para garantir a segurança e o bem estar dos indivíduos.

O Projeto Educar e Sensibilizar Para o Turismo tem como foco principal despertar nos munícipes o “Turista Cidadão”, que consiste na própria população olhar para a cidade com olhos de turista, descobrindo e valorizando sua história e seus atrativos e, além disso, identificar estes aspectos como reais oportunidades de geração de emprego e renda. Os indivíduos que aqui vivem passam assim a sentir orgulho de viverem na Região do Araguaia.

2.    Justificativa

Não há outra alternativa para consolidar o turismo de uma região senão iniciarmos pela “base”. A população necessita obter acesso à informações que a conscientize da importância do desenvolvimento do trade turístico, especialmente em uma região com a rica diversidade de belezas naturais como a existente na Região do Encontro das Águas (Aragarças, Pontal do Araguaia e Barra do Garças) , sem contar com sua estratégica localização geográfica.

Enquanto a população não tiver muito bem estruturada a ideia de preservação ambiental, valorização dos recursos naturais existentes, exploração sustentável dos pontos turísticos e da possibilidade de geração de rendas oferecida pelo setor turístico em nossa região, a estruturação dos produtos turísticos será impossibilitada. Ao contrário, se forem educados dentro de uma filosofia de valorização turística local, certamente que os aspectos de normatização e profissionalização do turismo serão incrementados, o que trará benefícios diretos para todos indivíduos e instituições, independente do setor de atuação: público ou privado, relacionado ao trade ou não.

3.    Plano estratégico

– Missão

Educar e sensibilizar a população para as potencialidade turísticas da região e como elas podem influenciar diretamente na qualidade de vida dos habitantes.

– Visão

Formar , a longo prazo, uma população consciente das potencialidades turísticas da região onde vive, a fim de reestruturar o processo educacional local a respeito do turismo e suas fontes de geração de empregos e renda.

-Objetivos

  • Divulgar as riquezas históricas e turísticas da Região Encontro das Águas e conscientizar a população quanto à importância disto para os municípios,
  • Conscientizar a população a respeito da necessidade de formalização e estruturação do turismo, a fim de torna-lo fonte atrativa de renda,
  • Profissionalizar a mão de obra regional,
  • Formalizar e normatizar as empresas locais, a fim de prestar atendimento de qualidade sempre e em todos os setores,
  • Criar novas oportunidades de negócios formais, especialmente no setor de micro e pequenas empresas,
  • Enraizar na população a ideia de que o turismo é uma das principais atividades econômicas da região.

4.   Pontos fracos:

– Projeto de longo prazo de execução e que, para serem alcançados os objetivos, com maior rapidez e êxito, exige a participação de diversas entidades (educacionais, profissionalizantes, mídia, empresariais, entre outros) de maneira simultânea. Além disso, trata-se de um projeto que se relaciona às mudanças de hábitos e até de reestruturações organizacionais, pontos nos quais podem ser encontradas barreiras. E, para finalizar, trata-se de um projeto infinito, que deve ser estabelecido de maneira definitiva na organização e na mentalidade da população local, não podendo se dispersar com o passar dos anos.

5.   Pontos Fortes:

– A realização do projeto implicará em inúmeros benefícios para a região, já que uma população consciente de seus potenciais dedicar-se-á a qualificação intensa da mão de obra, fato que implicará no aumento da renda e consequente fomentação do comércio e demais setores da economia.

6.   Produtos e serviços:

6.1 – Descrição do produto/serviço:

  • Realizar de exposições das mais diversas formas, envolvendo os professores e coordenadores pedagógicos, nas escolas municipais, estaduais, Universidades e Faculdades, onde os alunos terão acesso à informações a respeito das belezas do município e suas demais potencialidades, auxiliando na construção de uma nova visão. Sendo assim, estes indivíduos formarão uma nova geração, consciente da importância do turismo para a Região do Araguaia;
  • Implantar a metodologia nas disciplinas curriculares;
  • Elaborar cartilhas para serem distribuídas aos diversos setores do trade e à população em geral, que contenham informações sobre turismo e cidadania ajudando a preservar o patrimônio local;
  • Realizar exposições sobre o patrimônio histórico e cultural da comunidade;
  • Incentivar a busca do conhecimento a respeito da cultura local: leitura de livros de autores locais, visitas as pontos turísticos com acompanhamento de guias, etc;
  • Buscar apoio na mídia televisiva, radiofônica e escrita para que no projeto Educar e Sensibilizar para o Turismo seja massificado a mensagem Turista Cidadão. Criar slogans, frases, concursos que estimulem esta massificação.
  • Buscar parcerias para auxiliar na massificação e adequada estruturação do projeto, tais como: SEBRAE, SENAI, SENAC, Rotary, Maçonarias, Secitec, Forças Militares, Prefeitura, Escolas, etc;
  • Buscar parcerias para a profissionalização da população e inserção dos profissionais no mercado de trabalho

 

Site da Prefeitura de Barra do Garças: http://www.barradogarcas.mt.gov.br/noticia/1247/Programa-Educar-e-Sensibilizar